About

Escrevo porque não sei desenhar.

Anúncios

22 pensamentos sobre “About

  1. Oi carinha !!!!!!!!!!
    Quanto tempo heim merrrrrmão !!!!!!!!
    Como vai tua vida ?????
    Eu fiz 5 anos de Sampa e saí da AFRICA tem 6 meses.
    Estou numa empresa de traquitanas.
    impressos q reagem no sol, na geladeira, com água.
    Raspadinhas em policiromia atiquetas aromatizadas e etc.
    Tirando o Deivid no Flamengo, ta tudo bem comigo.
    grande abraço !!!!!!!!

    Duprat

    11 99113978

  2. “Leia o blog do Kassu” é meu novo conselho.
    Parabéns pelos textos.

  3. magali moraes disse:

    Kassu, mais um texto excelente!
    Superconcordo contigo, a minha natação é almoçar em casa todos os dias (em Porto Alegre, isso é possível).
    bjs
    Magali

  4. Marcus Seixas disse:

    O texto da natação foi algo que lavou minha alma! Minha natação é o muay thai, mas nunca consegui escrever e descrever do jeito que vc escreveu. Parabéns.

  5. Oí André,

    Foi um prazer conhece-lo no festival do CCSP. Logo após sua participação no painel sobre escrita conversamos a respeito de um curso de literatura e escrita que seria útil para alguém como eu que passou muito tempo fora. Na hora você não se lembrava do nome e combinamos que eu lhe perguntar aqui no seu blog. Lembra-se do curso? Qualquer outra recomendação adjacente é bem vinda.

    Li só um post (natação) por enquanto, mas gostei. Eu sempre disse o mesmo, ” I need to sweat the crazy out”. Vou ler mais.

    Obrigado e um grande abraço
    Luiz “Gabe” Gabriel

    p.s.
    Achei pertinente ao painel, talvez te interesse.

    Artigo que fala do atual sucesso de jornalismo longform:

    http://www.esquire.com/features/the-dominance-of-loooooong-in-the-age-of-short-1013

    e um dos ensaios mais importantes sobre escrita em inglês escrito por Papa Orwell! Muitas ideias ali valem para qualquer língua.

    https://www.mtholyoke.edu/acad/intrel/orwell46.htm

  6. Oi Kassu!

    Desculpe se chego pelo caminho errado. Mas não encontrei outro.

    O painel do Festival do CCSP foi muito legal (tem lá no blog) e do jeito que você escreve dá pra perceber todo um esforço e uma coerência de quem acredita mesmo no ofício.

    Queria te convidar pra ser o “Convidado do mês” do Portfoliolovers.

    Vc é uma referência de quem batalhou e chegou lá, para esse povo que está começando.

    GARANTO que vc não vai perder nem 10 minutos nisso.

    Se puder, dê uma olhada:

    http://www.portfoliolovers.com/convidado-do-mes

    Se for “abuso” da minha parte, me avise.

    Abração.

  7. Você me inspira. =)
    Obrigada!

  8. Victor Morais disse:

    porra cara, que belo texto (“Você quer viver ou durar?”)
    deu agua na boca…

  9. Cheda Neto disse:

    Fala Kassu. Tudo certo?

    Cara, queria provar dessa cocada, como faço?

    Abração e parabéns pelo texto.

  10. Francisco Spiandorello disse:

    Kassu, nunca fiquei tão feliz por alguém não saber desenhar. Sempre que eu leio teus textos, sinto algo bacana, como um sopro de esperança misturado com um peteleco de provocação. É como um grito daqueles de personal trainer, sabe? Só que o estímulo não é para o corpo, é para a alma. Obrigado por compartilhar essa energia com a gente!

  11. Oi Andre,
    Conheci voce ainda menino na casa da sua mãe em Copacabana. Um apartamento numa ladeira isso faz muito tempo. A Ivone fez a divulgação do meu primeiro disco em 1979 eu gostava muito dela, tenho saudades. Mas escrevo porque sou mãe do Gregorio e queria te agradecer pelo maravilhoso texto que vem emocionando todo mundo pelo meu facebook. Escrevo pra te repassar esses elogios de muitos que leram e escrevem comentários emocionados.
    Como mãe, amiga da sua mãe eu só posso te agradecer infinitamente e te desejar sorte e sucesso na vida. Um abraço apertado e um beijo grande,
    Olivia

    • andrekassu disse:

      Olivia,
      essa ladeira que você fala era um lugar repleto de música. No andar de baixo, morava o Sérgio Cabral. O prédio era cercado de vinis e de cantores. Eu tive esse privilégio de ver tudo de pertinho e levo um aprendizado. Os músicos que eram gente como a gente sempre me impressionavam. E essas suas palavras mostram os pés no chão que eu tanto gosto.
      Escrever sobre o Gregório foi um prazer e um privilégio. É uma pessoa que inspira e que se destaca com uma postura que não estamos mais acostumados a ver. Ele é adorado lá em casa por todos. Você tem todo motivo para se orgulhar. Por ele, pela relação entre irmãos, pela família, pela sua carreira. Obrigado pelas lembranças da minha mãe e pela mensagem carinhosa. Só fiz externar algo que muita gente pensa.
      Beijos,
      André.

  12. Thiago Tavares disse:

    Fala, Kassu. Beleza?

    Ouvi, tanto de você quanto do Fernando Campos no Festival do CCSP, além de outros profissionais daqui de SP e de fora, uma coisa que concordo e de certa forma demorei demais para entender: essa

    profissão é feita de mestres e aprendizes.

    Fiquei com isso martelando na minha cabeça por causa de um fator particular, e que deve ser um problema também de muitos outros, que é nunca ter conseguido arrumar um mestre. Essa carência, que me

    fez me proclamar como um ronin, é algo que foge do controle, pois não depende da pessoa, mas de vários fatores externos e da própria natureza do nosso mercado.

    Daí, mais apanhando que batendo, cheguei a uma conclusão que gostaria de dividir com você e, se possível, saber sua opinião: a propaganda é cada vez mais coletiva, da concepção à entrega, portanto

    o coletivo, a equipe, consegue suprir o lugar do mestre? Ou só mesmo aquele olhar pontual e afiado no dia a dia é capaz de elevar o aprendiz a novos patamares?

    Obrigado pela atenção e por ser um mestre mesmo a distância.

    Abraço.

    • andrekassu disse:

      Thiago,
      ter alguém para seguir, uma referência é o melhor dos mundos.
      Nem sempre é possível. Porque envolve fatores imponderáveis como a sorte.
      Eu tive a sorte de ter o Fabio e o Edu Lima na F/Nazca como referências. O Marcello na Almap.
      Mas a equipe em volta era tão importante ou quanto.
      Procure pessoas a sua volta que você tenha a liberdade de expor a sua opinião. E não espere por confirmação.
      Teste o seu critério, faça muito e tente viver fora da propaganda.
      Eu demorei para perceber isso.

      Abraços

  13. Fala, Kassu, Tudo bem?

    Cara, não fazia ideia de como chegar até você então estou tentando esse recurso. Tentei até contato pela página da CP+B mas não tive retorno.

    Seguinte. Meu nome é Flávio, sou redator aqui na Artplan do Rio e tenho uma página no Facebook chamada Banco de Títulos, onde posto anúncios all type diariamente. Recentemente criei a sessão “Nos bastidores”, convidando redatores comentarem sobre um título que tenham curtido fazer.

    Bem, como você está imaginando, gostaria de convidá-lo a participar. Seria uma honra vê-lo por lá também.

    Caso você tope, basicamente tudo que você precisa fazer é um texto descrevendo como foi o processo criativo do título, um breve resumo da sua carreira e uma foto.

    Estou mandando o link da página pra você mesmo avaliar e ver se curte a ideia.

    Independente da resposta, já vou agradecendo.

    Um forte abs.

    http://www.fb.com/bancodetitulos

  14. Eduardo disse:

    Mestre Kassu, tudo bem?
    Meu nome é Eduardo, sou DA aqui em SP a alguns anos, porém nunca tive a oportunidade de trabalhar em uma grande agência da capital.
    Hoje em dia, após todos esses anos, percebi que o mais importante na nossa carreira é o ambiente em que estamos trabalhando. Sou fã da filosofia da CP+B (sigo diariamente os posts no facebook). Dentre todas as agências que considero aspiracionais, tenho certeza que a CP+B é, de longe, a que mais eu me identifico. Já completei meus 38 anos de idade, mas tenho espírito de um menino de 20 anos. Tanto que estou cursando a Miami Ad School, o que me tornou ainda mais humilde e crente em que nosso aprendizado ocorre com todos os tipos de pessoas de todas as idades, não apenas com os que possuem maior experiência.
    Talvez nunca consiga realizar meu sonho de poder estar num time de uma agência como a que você está a frente, mas, como sempre digo, eu vou morrer tentando, pq se eu tenho alguma qualidade, ela se chama perseverança e força de vontade.
    Muito obrigado pelas palavras e ensinamentos que vocês me passam quase que diariamente. Saiba que são uma fonte inspiradora e motivadora para mim e minha carreira. Através de você e da CP+B, que eu ainda tenho um pouco de esperança de poder, um dia, concretizar meu sonho. Nem que eu volte a ser estagiário, assim como o Jaques no Google, ao longo dos seus 70 anos.
    Um grande abraço de um fã.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: